Artigo

Comunhão espiritual

A comunhão espiritual é uma realidade da nossa Fé, deve ser querida e utilizada com real devoção. É grandioso sabermos que Jesus está presente na Hóstia Consagrada. E também é maravilhoso saber que nos podemos unir a Cristo espiritualmente.

Sábado, 21 de Março de 2020

Sobre não haver Missas em Portugal disponíveis para os fiéis:

A Missa será celebrada na mesma por cada sacerdote, sem povo. Procuremos, dada a situação excepcional, intensificar a oração e o nosso desejo de voltar a receber Jesus. A Igreja propõe-nos que façamos comunhão espiritual.

A comunhão espiritual é uma realidade da nossa Fé, deve ser querida e utilizada com real devoção. É grandioso sabermos que Jesus está presente na Hóstia Consagrada. E também é maravilhoso saber que nos podemos unir a Cristo espiritualmente.

O Papa Bento XVI, na Exortação Apostólica pós-sinodal Sacramentum caritatis, confirma: “Mesmo quando não for possível se abeirar da comunhão sacramental, a participação na Santa Missa (...) é bom cultivar o desejo da plena união com Cristo, por exemplo, por meio da prática da comunhão espiritual, recordada por São João Paulo II e recomendada por santos mestres de vida espiritual”

Oração para ajudar à comunhão espiritual:

"Eu quisera, Senhor, receber-Vos com aquela pureza, humildade e devoção, com que Vos recebeu a Vossa Santíssima Mãe, com o espírito e o fervor dos santos" São Josemaria Escrivá

"Meu Jesus, eu creio que Vós estais no Santíssimo Sacramento. Eu amo-Vos sobre todas as coisas. Eu desejo-Vos na minha alma. E, já que agora não posso receber-Vos Sacramentalmente, vinde pelo menos espiritualmente ao meu coração. (pausa) Como já tendo vindo, eu Vos abraço e me uno a Vós.Não permitais que eu me separe mais de vós.” Santo Afonso Maria de Ligório

História da comunhão espiritual que rezava São Josemaria: https://opusdei.org/pt-pt/article/historia-da-comunhao-espiritual/